Resenha- Eleanor & Park - Rainbow Rowell

ELEANOR


Eleanor & Park, Rainbow Rowell
Editora: Novo Século

Páginas: 328
Ano: 2014
Nota: 10



Enredo: Passa no ano de 1986, nos Estados Unidos e conta a historia de dois adolescente de dezesseis anos, Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola; Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família.
Ao som de The Cure e Smiths, eles se conhecem mais e através de uma simples boa ação eles se aproximam e viciados em HQ's leem juntos X-Men e Watchmen



Uma coisa que gostei muito nesse livro foi o fato de ele ser narrado pelos dois personagens, variando entre um e outro nos sentimos os dois lados se apaixonarem, os conflitos e fica mais fácil de entrar no  espirito adolescente de primeiro amor, juro que quando ele diz : " Segurar a mão de Eleanor era como segurar uma borboleta. Ou um coração a bater. Como segurar algo completo e completamente vivo.”  me senti novamente uma jovem que pela primeira vez segura a mão de um garoto que gosta, achei muito fofinho. Como foi dito no livro ele me levou de volta a dias de frio na barriga, quando achava que todo o peso do amor e da paixão que sentia iria sufocar-me, e quando apenas um segurar de mãos já era suficiente para fazer-me andar nas nuvens. E como eu sou geek eu amei o amor deles ter base em quadrinhos.
 É aquele tipo de historia fofa, de amor, de paixão e de insegurança, vai fazer você relembrar seu primeiro amor.
 É um romance perfeito e extraordinário. 

 Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

 Não falarei mais para não estragar o amor e a paixão pela historia, mas so acrescento o quanto a capa também é linda, em tom pastel super fofo.

Ps: A DreamWorks comprou os direitos para fazer o filme. O Elenco ainda não foi escolhido, mas as filmagens começam em 2015. E por sorte a própria Rainbow Rowell ficará encarregada do roteiro.

Fiquem com algumas frases do livro e fotos de fanart's. (Mais na @agarotadolivro)

“A gente acha que abraçar uma pessoa com força vai trazê-la mais para perto. Pensamos que, se a abraçarmos com muita força, vamos senti-la, incorporada em nós, quando estivermos longe. Toda vez que Eleanor ficava longe de Park, sentia sua perda.”
“Era como uma obra de arte, e arte não deve ter boa aparência, mas sim fazer a gente sentir alguma coisa.”
” Sempre que via Eleanor, ele não conseguia mais pensar em se afastar. Não conseguia pensar em mais nada. A não ser tocá-la. A não ser fazer qualquer coisa que pudesse ou tivesse de fazer para vê-la feliz.”
 
Bj. 

Comentários

Biula disse…
OMG! Agora depois desta resenha eu PRECISO ler este livro! Estou na dúvida se passo ele na frente, mas adorei o modo como vc expôs o livro, agora a dúvida ficou maior ainda! *-*
Júnia Benvindo disse…
Deveria pular amiga, obrigada pelo comentário, é sempre bom ter você aqui :D

Postagens mais visitadas deste blog

TOP 5 - 2016

Resenha - Quatro Estações - Juliana Marinho

Resenha - Alice no Pais do Amor - Lucilla Guede - Chiado Editora.