Resenha - A Herdeira - Kiera Cass



"Eu sou Eadlyn Schreave. Ninguém no mundo é mais poderosa que eu"


Essa é "A" frase, e devo dizer que essa frase me irritou profundamente, essa frase definiu a personalidade da Ead, ela é mimada e antipática, geeeente isso não era pra acontecer, com um pai tao perfeito e uma mãe tão humilde nasce um ser tão grosseiro e que se acha muito superior ao povo, agora já sei por que precisaram de outra seleção para acalmar o povo.



Bom, mas vamos do começo, estamos em Illéa e o Rei Maxon e a Rainha America tiveram 4 filhos. Eadlyn foi criada para ser uma rainha (o que não lhe da o direito de ser totalmente rude), ela não está pronta para dividir nada muito menos o trono com alguém. Mas o povo está insatisfeito com a quebra do sistema de castas que ainda existe na mente de algumas pessoas, para tentar satisfazer o povo(o velho pão e circo) o rei e a rainha pensam na solução mais simples: Uma Nova Seleção. Ead não fica nem um pouco feliz com isso, mas Maxon lhe garante que se ela não encontrar ninguém ela não será obrigada a se casar.

Então chegam 35 garotos(na minha cabeça são 36 - quem leu me entende), logo de cara ela dispensa vários e de modo muito grosseiro, com isso so irrita mais o povo, e assim prossegue a seleção, aos poucos ela vai conhecendo mais da personalidade de cada um deles e chega até entrar em um teatrinho, mas logo seu coração vai se deixando levar por garotos cativantes (so não são mais fofos que o maxon claaaro). O que deixa o livro bem menos romântico do que a gente ta acostumada é o fato de ela ter criado essa barreira ao redor. Uma barreira que faz com que ela seja uma pessoa que parece não se importar com o sentimento dos outros(a criada que o diga.)

É estranho ver nosso casal de trilogia como coadjulvantes e até mesmo ver que Lucy, Aspen, Carter e Marley aparecem muito pouco. Não imaginei que a querida May seria daquele jeito no futuro. Meus sonhos foram frustrados rsrs
Quando eu soube que teria outro livro fiquei super ansiosa para ver meus amados no futuro, e imaginei o quão legal seria ver o que gerou um amor tão lindo.

Eu gostei do livro, mas odiei a Eadyl, não sei se da para entender esse meu conflito. Preferia que o livro fosse do Arhen acho que seria mais legal kk 

Espero que o próximo livro venha com mais romance e uma mudança de Eadyl em relação ao tratamento com as pessoas.

Mas fazer  o que , por Maxon compro mais 10 livros kk

Espero que tenham gostado da resenha, deixem ai o que vocês acharam do livro também :D

Bjs Queridas :*

Comentários

Juliana Almeida disse…
Estou muito ansiosa para comprar esse livro, ja li os outros três e fiquei muito apaixonada. Saber que a filha deles é tão antipática me deixa chateada, maaaaaaas vou comprar do mesmo jeito hhahaha Amei a resenha e estou ansiosa pela leitura. Beijoss

Ketutt.blogspot.com.br
Júnia Benvindo disse…
Aii Juliana, obrigaada, compre sim e tomara que vocÊ gose <3 bjs
Leitora com Amor disse…
ESTOU ANSIOSA PARA LER O LIVRO, MAS NUNCA VI TANTA CONTRADIÇÃO -rsrs. UNS AMAM OUTROS ODEIAM!

http://leitoracomamor.blogspot.com.br/

Postagens mais visitadas deste blog

TOP 5 - 2016

Resenha - Quatro Estações - Juliana Marinho

Resenha - Alice no Pais do Amor - Lucilla Guede - Chiado Editora.